18°/30°

Belo Horizonte,
23/ABR/2014

O Alterosa Esporte reúne todas as torcidas de Minas e tem a cobertura mais completa do cenário esportivo mineiro. Leopoldo Siqueira - eleito em pesquisa do Ibope o apresentador esportivo mais querido de Minas - comanda um bate-bola inteligente e muito bem-humorado com a Bancada Democrática, formada por ídolos do futebol, jornalistas esportivos de renome e uma nova geração de comentaristas.

Além de muitas notícias na tv, o programa não sai pra break na internet. Pelo link alterosa.com.br/ae, os internautas podem assistir ao programa em tempo real e interagir com os participantes.

Alterosa Esporte, de segunda a sexta, na TV Alterosa.

  • APRESENTADOR
  • BANCADA DEMOCRÁTICA
APRESENTADOR

Nascido em Manhuaçu e formado em Comunicação Social pela Universidade Federal de Juiz de Fora, Leopoldo Siqueira foi repórter de esporte do jornal Tribuna de Minas e da antiga Rádio Sociedade, atualmente Rádio Solar.

Em 1987, veio para Belo Horizonte assumir a editoria de esporte do jornal Tribuna de Minas, trabalho que rendeu a ele alguns prêmios. No mesmo período, foi repórter da Rádio Globo.

Passou pela TV Record e pela editoria de polícia do jornal Estado de Minas, antes de entrar para a TV Alterosa, em 1992. Foi repórter do Jornal Aqui Agora e, em 2000, passou a exercer as funções de editor-responsável e apresentador do Alterosa Esporte.

Dadá Maravilha
dadagalo.mg@diariosassociados.com.br

Dario José dos Santos, o Dadá Maravilha, é carioca, nasceu em 4 de março de 1946 e teve infância pobre. Ídolo da torcida atleticana, fez 926 gols vestindo a camisa de 16 clubes em todas regiões do Brasil.

O ex-craque tornou-se recordista mundial, ao marcar 10 gols em uma única partida. Outro recorde, dessa vez nacional, é aconquista da artilharia do Campeonato Brasileiro por três vezes. Destaque no Campeonato Brasileiro de 1971, Dadá fez o gol - contra o Botafogo - que levou o Clube Atlético Mineiro a ser campeão daquele ano.

Dadá Maravilha integra a Bancada Democrática do Alterosa Esporte e leva humor e leveza ao programa esportivo.

Toledo
toledo.coelho@uai.com.br

Nascido em Belo Horizonte em 25 de março de 1969, Otávio di Toledo foi criado nas imediações da Igreja da Boa Viagem. Aos 10 anos, jogou no pré-mirim do futsal do Cruzeiro, sendo campeão 12 vezes. Aos 13, passou para o futebol de campo, onde ganhou dois títulos.

Já aos 19, matriculou-se no curso de Jornalismo da Fafi (hoje Uni-BH). Nesse período, teve que optar entre o futebol de campo e a universidade e o futsal. O torcedor do América ficou com a segunda opção e, no futebol de salão, foi campeão brasileiro, pela Seleção Mineira, e campeão metropolitano pelo Clube Estrela do Oeste, de Divinópolis.

Em 1993, ingressou no Diário da Tarde como repórter esportivo. Transferido para a editoria de Grande-BH, tornou-se editor cinco anos depois, com o falecimento de seu chefe e amigo Naeme Elias Mansur. Em 1998, passou a assinar a coluna do América no Diário da Tarde, quando Miguel Santiago saia de férias. Por essa razão, passou a integrar a Bancada Democrática. Já na TV Alterosa, foi convidado pelos diretores do Viação Cipó para ser apresentador do programa. A idéia vingou e o programa está no ar desde 2003. É o único integrante original da Bancada que se dedica exclusivamente à emissora dos Associados Minas.

No Alterosa Esporte, idealizou o Forrobol, time de amigos que jogava de brincadeira pelo interior de Minas Gerais. O projeto cresceu e hoje se transformou em uma ONG que ajuda crianças e jovens através do esporte.

Vibrantinho
vibrantinhoraposa.mg@diariosassociados.com.br

Nascido em Belo Horizonte em 1969, Vibrantinho herdou a paixão pelo Cruzeiro do pai, o jornalista Alberto Rodrigues. Desde menino tinha o sonho de trabalhar em televisão e a primeira oportunidade surgiu no BH Esporte. Em seguida, Artur Rodrigues participou do programa Clube do Meu Coração, ambos em canal a cabo. O convite para ser reserva do Neuber na Bancada Democrática veio para coroar a sua paixão pela tevê e pelo futebol e, por um ano, foi titular da função no Alterosa Esporte. Depois, passou um tempo afastado da emissora, para, em seguida, voltar a representar a nação azul.